A má reputação de Taylor Swift

 
 

Taylor Swift só pensa em fama, poder e dinheiro. Sendo ou não verdade, essa é a percepção que fica entre adolescentes e, principalmente, seus pais, que são os donos do dinheiro. 

 

O core business do nosso mercado é a percepção de valor e, para Taylor, parece que o seu jogo está começando a se virar contra ela. Acompanho sua carreira de perto, aprendo todos os anos com seu time de marketing, mas dessa vez acho que eles foram longe demais. O limite entre o bom marketing e ser leviano muitas vezes é tênue, e obrigar jovens a comprar pedaços de plástico (CD's) me parece um tanto cruel. CD's são apenas pedaços de plástico para a grande maioria dos jovens do planeta! Obrigá-los a comprar algo caro que não faz o menor sentido para eles logicamente causa danos na relação de confiança entre a artista e seus fãs. 

 

O fracasso de vendas da sua nova Tour me parece um primeiro sinal claro que algo anda errado.

 

`As vezes olho pra ela e me lembro da Sandy. Não quero comparar as duas, pois uma é gerida por gênios do mercado mas o ponto é um só: Música significa algo importante na alma das pessoas e tentar manipulá-las por anos pode causar danos irreparáveis no coração do público.

 

 

Música é imprecificável, assim como o que ela significa no coração das pessoas.

 

Podemos pagar dez vezes mais caro por uma roupa da marca que amamos, mas se um outro ser humano nos obriga a fazer o mesmo nos sentiremos traídos. Mas Taylor está muito ocupada sendo celebridade para perceber isso. Seu plano era ser a maior artista pop do mundo e, por ora, o plano deu errado. 

 

Por mais que a indústria continue ignorando os fãs, são eles que fazem a roda girar. 

 

Uma coisa é certa: Se eles não tem o que querem, eles vão embora. 

 

Fui! 

 

Links relacionados: 

 

Newshub

Express UK

 

 

 

 
rss Block
Select a Blog Page to create an RSS feed link. Learn more