Spotify dá o seu primeiro bote! Apertem os cintos que o piloto se chama Daniel EK

 
 

Hey!!

Enquanto o Drake quebra todos os recordes no Streaming com seu novo álbum ‘SCORPION’, o Spotify com um sorriso de canto de boca deixa a indústria fonográfica em choque. 

 

Logo depois de anunciar que artistas poderiam lançar suas músicas na plataforma sem a necessidade de agregadores e deixar no ar a possibilidade de agirem também como "labels", a empresa de Daniel EK mostra a sua força de marketing. 

 

Era uma sexta-feira qualquer quando todos os usuários da plataforma acordaram e viram suas páginas de recomendações assim: 

Captura de Tela 2018-07-05 às 8.17.23 AM.png

What the fuck??? 

Só dava Drake com sua sobrancelha TERRÍVEL!! LOL

 

Os conteúdos das playlists continuaram inalterados, mas todas as capinhas tinham a imagem do Drake. 

 

Funny! Isn't it? 

Captura de Tela 2018-07-05 às 11.12.07 AM.png

 

Eu ri alto quando abri meu Spotify em pé em plena linha G do metrô de NY.

Naquele ambiente meio hostil com geral praticamente dentro das telas de seus mobiles, minha vontade era cutucar cada um para perguntar se alguém ali estava com a mesma percepção que eu. 

 

O fato é que uma ação simples e bem humorada da plataforma fez os números do Drake voarem no Spotify. 

 

10 milhões de plays por hora e um disco de platina em um ÚNICO FUCKING DAY! 

 

 

 
Captura de Tela 2018-07-05 às 10.36.06 PM.png
 

 

E olha que estou falando de uma ação clara de Awareness | Reconhecimento de Marca com o único objetivo de criar buzz. 

Imaginem as etapas seguintes falando com o target certo... 

 

 

Lembrem-se: 

  • Eles sabem quem escuta o gênero do artista.
  • Eles sabem quem escuta os artistas similares em playlists mas ainda não conhecem muito bem o Drake. 
  • Eles sabem quem escuta o Drake.
  • Eles sabem quem escuta pra caralho o artista. 
  • Eles sabem quem são os SUPER FÃS ALUCINADOS QUE SÓ ESCUTAM O DRAKE.

 

Quais serão os próximos passos dessa campanha? 

Venda de produtos, ingressos, experiências... 

Eu venho falando isso há uns 6 anos e tinha gente cascuda que me olhava como seu fosse um lunático... 

 

Daniel Ek, fundador do Spotify, não está brincando em serviço.

A mesma mente brilhante que o fez um bilionário por volta dos 20 anos, agora começa a dar um nó nas mentes "pensantes" da indústria fonográfica.

Parece até que a empresa estava só esperando abrir o capital para colocar suas melhores cartas na mesa... 

 

A mensagem foi clara: 

Vocês AINDA tem o conteúdo mas...

Nós temos a capacidade de distribui-lo e promove-lo de maneira muito mais efetiva e gerar conversões sem gastar um puto de mídia externa. 

 

 

Vou repetir aqui o que escrevi no texto  SPOTIFY JÁ COLOCA AS MANGUINHAS DE FORA E PREPARA O BOTE: 

  • Se o Spotify pagar volumosos adiantamentos para produção, divulgação e porcentagens vantajosas apenas para os artistas lançarem suas músicas diretas por lá,  por que diabos os artistas teriam de assinar com a plataforma? 

Refazendo a pergunta anterior: 

  • Se o Spotify oferecer volumosos adiantamentos para produção, divulgação e porcentagens vantajosas para os artistas, por que eles precisariam assinar com alguma gravadora?

 

Assim como Steve Jobs colocou a indústria da música no bolso quando separou as faixas dos álbuns e às precificou em 99$, Daniel Ek começa a reescrever essa história mais uma vez ao transformar música em Commodities. 

Vamos aguardar as cenas dos próximos capítulos! 

 

Enquanto isso vamos curtir o som do cara!

 

Um beijo enorme 

Clemente Magalhães