O QUE O SUCESSO DE BREAKING BAD NOS ENSINA SOBRE MARKETING?

 
blog-fala-cle.jpg
 
 

Hey!!

Se você chegou agora seja bem vindo.

No mundo de hoje, a luta de todas as marcas é por atenção. Vivemos em um ambiente on-line disperso, congestionado, onde a principal característica é o pensamento não linear.

Em uma economia de atenção, o importante não é ter o maior número de pessoas no nosso radar de comunicação, mas sim fazer que elas se importem com a gente.

Não é mais possível controlar a ordem e nem quando um conteúdo será descoberto e consumido. 

A maior parte da humanidade nunca escutou falar em Breaking Bad, entretanto milhares de pessoas descobrem o seriado todos os dias. 

Apesar de aclamado pela crítica desde o seu lançamento em 2008, o seriado só decolou de fato a partir do fim da quarta temporada. É importante destacar que, entre a primeira e a segunda temporada, houve um crescimento de 100%. A última temporada foi assistida por 1.9 milhões de pessoas, o que representa 23% em relação a terceira.

O fato é que a atemporalidade da internet transformou o conceito de velho e novo em algo bem mais complexo.  Pessoas descobrem música através de  recomendações e isso muda a lógica do jogo. Tem gente descobrindo The Beatles hoje, em uma ordem completamente diferente da planejada pelo artista na época. 

É impossível prever a janela de entrada... 

 
 

|key question| 

 

Se o processo de consumo e descoberta, no ambiente on-line, se dá muitas vezes de maneira atemporal, por que gastar esforço e dinheiro em uma única janela de lançamento seguida de um longo breu?

 

Aguardo a resposta nos comentários. 

 

Por hoje é isso

 

Fui!

Jesse-Pinkman-Walter-White-handshake.gif