Por que ninguém se importa com a sua música?

 
09-ninguem-se-importa.jpg
 

Hey!!

Não importa qual o seu tamanho como artista, quantos shows você faz por mês ou quantos seguidores você tenha.

A grande maioria das pessoas não está nem aí para você!

 

Quem aqui se lembra quando a Apple resolveu lançar seu iPhone 6 com o álbum do U2 Songs Of Innocence embutido no aparelho?

Pois é...  

 

Milhares de pessoas nunca tinham escutado o nome da banda na vida e a tag #whothefuckisU2 bombou na internet. Teve toda a questão de Marketing de Interrupção  que também gerou revolta, mas isso é um tópico para um outro post. 

O fato é que música é abundante, playlists cada vez mais controlam a maneira como as pessoas consomem música e se você não tiver uma grande história para contar, seu lançamento será um fracasso. 

Até as Majors com todo o seu dinheiro e network hoje têm dificuldades de lançar seus produtos e ter algum tipo de repercussão.

 

Apenas 2% dos lançamentos das grandes gravadoras conseguem recuperar o investimento... 

 

O fato é que o mundo vive de boas histórias e seres humanos estão sedentos para compartilhar em suas redes sociais algo que os torne mais cool, mais antenados, mais bizarros, seja lá o que isso for. 

Em julho de 2015, o rapper Prince Harvey contou ao mundo que teria feito seu CD inteiro usando um laptop da loja da Apple no Soho, NY.  Sem gastar um centavo, seu CD ganhou as capas dos jornais mais importantes do US e UK, foi assunto de milhares de blogs e viralizou na internet. 

Estou aqui falando de música, mas o nosso supermercado também está cheio de boas histórias em suas prateleiras. Quem não tem o que contar e gasta apenas com marketing tradicional vai disputar a merda do mercado por preço enquanto marcas mais espertas como Suco Do Bem e Brownie do Luiz colocam seus preços lá em cima. 

Existem dois livros que amo sobre o assunto e que super indico a leitura: Buyology e  Purple Cown. 

 

Um beijo enorme para todos vocês! 

Clemente Magalhães